Lacraias

Lacraias

Seu corpo divide-se em cabeça e tronco alongado, achatado dorso-ventralmente e segmentado (cerca de 15 a 177 segmentos) com um par de apêndices locomotores (pernas), exceto o primeiro, que contém um par de pinças e o último que é mais longo e em geral dotado de fortes e robustos espinhos.

Possuem hábito noturno e são encontradas principalmente em regiões quentes, sujas e úmidas, como nos arredores de plantações, acúmulos de folhagem, galhos, pedras e entulhos, escondendo-se durante o dia debaixo de pedras e troncos caídos.

Podendo viver em ambientes residenciais, na rede de esgoto (onde caçam baratas) e daí saem pelos ralos da pia, do banheiro e da cozinha, em galerias pluviais, canalizações subterrâneas e em troncos em decomposição, lixo etc.

Não causam danos econômicos, porém algumas espécies podem picar as pessoas resultando em uma inchação leve de ação muito dolorosa. O local da picada deve ser lavado com água e sabão ou com antisséptico.